Rizotomía de Facetas

A Rizotomia de Facetas é um procedimento realizado para tratamento da dor associada a artrose facetária (doença degenerativa da coluna vertebral avançada). 

Antes de ser realizada, é sugerido que seja realizado o bloqueio facetário, onde um agente anestésico local é aplicado na região das facetas, com efeito temporário, simulando o resultado que seria obtido na rizotomia de facetas.

Se o paciente apresentar melhora com o bloqueio e depois voltar a sentir dor, é um candidato para realização da rizotomia de facetas. Se a melhora com o bloqueio for longa, maior que o tempo esperado, provavelmente a dor não está associada com as facetas articulares, mas sim com outras causas, como síndrome dolorosa miofascial. Nesse caso, não está indicada a realização de rizotomia de facetas articulares. 

Pode ser realizada na coluna lombar, dorsal ou coluna cervical. Consiste na inserção de agulhas de radiofrequência na região das facetas articulares da coluna, guiadas por radioscopia, e lesão dos nervos recorrentes posteriores, responsáveis pela inervação sensitiva dessa região.

O procedimento é indicado apenas para os casos que já realizaram tratamento clínico adequado e reabilitação, não sendo curativo, nem sendo a indicação inicial. Não tem melhora definitiva da dor, muitas vezes, a melhora é apenas parcial.

O procedimento é utilizado como uma ponte para que o paciente consiga realizar a reabilitação necessária e tratamento clínico, não é um milagre, como muitos gostariam que fosse. O tratamento da dor não é simples e depende muito do próprio paciente; o médico treinado apenas conduz o paciente para a melhora, com intervenções pontuais quando necessário.

 

O link a seguir contém imagens de cirurgias e procedimentos que podem impressionar o visitante. Recomenda-se cautela!

Clique para visualizar a imagem