Mielotomia Longitudinal Paramediana

A Mielotomia Longitudinal de Bischof Paramediana foi aplicada para tratamento de espasticidade grave em casos refratários e já com sequelas secundárias. A técnica mostra melhora prolongada da espasticidade, com acometimento esfincteriano frequente.

Dr. Bernardo de Monaco tem aplicado técnica modificada da Mielotomia de Bischof utilizando-se de radiofrequência. A seleção dos casos é bem específica, sendo sugerido avaliação com médico neurocirurgião funcional com experiência no tratamento de espasticidade. As duas principais técnicas utilizadas com adaptação para radiofrequência são: Bischof tipo 2 e Pourpre (mielotomia em cruz).